Como evitar gastos excessivos com luz e água no verão

O verão é a época do ano em que as contas de água e luz costumam vir mais altas. É assim na sua casa também?
Esta alteração se deve principalmente às tentativas de amenizar o calor: no verão tomamos mais banhos por dia e deixamos o ar-condicionado ligado durante mais tempo – e na falta dele, sempre tem um ventilador ligado a mil para tentar driblar o calor e tornar o clima um pouco mais agradável para as tarefas diárias.
Tem umas dicas bem óbvias, que todo mundo sabe, mas não pratica. Já outras podem ser novidade e fazer a diferença na hora de equilibrar os gastos. Vale conferir:
– Mantenha o chuveiro na posição “verão”, que consome 30% menos energia elétrica e desobstrua periodicamente os orifícios de saída de água.
– Escovar os dentes por 5 minutos com a torneira aberta representa um consumo de 12 litros de água. Fechando a torneira após molhar a escova utilizando um copo para enxaguar a boca, o consumo é reduzido a meio litro!
– Na cozinha, ensaboe toda a louça com a torneira fechada e só depois tire o sabão de tudo de uma só vez.
– Decida o que quer antes de abrir a geladeira para não deixar a porta aberta por um longo tempo sem necessidade. É importante também deixar a geladeira longe de fontes de calor como o fogão ou a luz do sol. Realize o degelo sempre que necessário e lembre que secar roupas atrás da geladeira também eleva o consumo de energia.
– Ao invés de utilizar a mangueira para regar as plantas, utilize o regador.
– Limpe a calçada com a vassoura ao invés de usar a água. Em 15 minutos, a mangueira consome mais de 200 litros de água.
– Aproveite ao máximo a iluminação natural, mas abundante no verão, deixando janelas e cortinas abertas.
– Dê preferência para as lâmpadas fluorescentes, pois duram mais e gastam menos.
– Desligue os equipamentos elétricos da tomada quando não estiver usando. Mesmo em standby, eles consomem energia.
– Só ligue o aparelho de ar-condicionado em ambientes com portas e janelas fechadas. Mas sempre que possível, dê preferência aos ventiladores, que consomem 25% menos energia que o ar-condicionado.
Vale lembrar que estas dicas servem pro ano todo, e não só no verão.