Pequenos atos geram ” economia de energia”

Desligar o monitor do computador ou até mudar a geladeira de lugar são ações para melhor aproveitamento.

Não é fácil imaginar como seria o dia a dia da sociedade moderna sem o acesso à energia elétrica, ainda mais no estado do Ceará, onde o calor quase constante faz com que seus habitantes procurem, sempre que possível, por um ventilador ou ar condicionado. Em um momento em que o Brasil passa por problemas energéticos, porém, é bem provável que o governo federal comece em breve uma campanha que busque conscientizar as pessoas para um melhor aproveitamento da energia, o que, aliás, não significa se privar do conforto oferecido por ela, mas aprender alguns hábitos que podem aliviar bastante a fatura mensal.

De acordo com a Companhia Energética do Ceará (Coelce), o simples fato de posicionar a geladeira longe do fogão já ajuda a economizar energia, tendo em vista que, quando aquecido pelo fogão, o aparelho precisa compensar o ganho de temperatura. Outra dica no que se refere à geladeira é deixá-la afastada cerca de 15 centímetros da parede, o que também pode evitar um eventual superaquecimento.

Para quem tem o hábito de dormir com a televisão ligada, a melhor alternativa, segundo a Coelce, é programar a TV para desligar automaticamente após um determinado tempo. Esta função chama-se “time” na maioria dos aparelhos e pode evitar uma noite de desperdício.

Há também quem insista em não desligar o computador na hora de sair de casa ou até dormir, alegando que o simples fato de desligar o monitor já é o suficiente para economizar energia. Trata-se de uma meia verdade, conforme a Coelce, pois, apesar de ser responsável por aproximadamente 70% do consumo, o monitor e seu desligamento não evitam o aquecimento do estabilizador, que acaba sendo um forte consumidor de energia.

Grande vilão

Conhecido como um dos aparelhos que mais consomem energia, o chuveiro elétrico também pode ser alvo de medidas que podem ajudar a economizar. Se a chave seletora estiver na posição verão, por exemplo, o consumidor pode economizar até 30% do valor energético gasto. O simples fato de desligar o aparelho ao se ensaboar, assim como limpar os orifícios da saída de água, pode fazer uma enorme diferença nos custos do mês.

PROTAGONISTA

Hábito que só traz benefícios ao consumidor

Na casa da administradora de empresas Márcia Cavalcante, aquelas pessoas que não se preocuparem em desligar os equipamentos elétricos quando não estão usando certamente serão repreendidas. Moradora do bairro do Benfica, onde reside apenas com seu irmão, ela garante que não deixa de pedir para que todos façam o possível para poupar energia. “Quando meus amigos me visitam, falo sempre para eles desligarem a luz ao saírem de um ambiente, por exemplo. Repreendo mesmo quando eles não o fazem”, comenta. Além de procurar conscientizar suas visitas e seu irmão, Márcia garante que procura ser exemplo, já que nunca sai de casa sem desligar quase tudo da tomada e que, às vezes, até dispensa o uso do ventilador. Sem chuveiro elétrico e ar condicionado em casa, ela garante que todo o cuidado vale a pena na hora de pagar a fatura mensal. “Vejo que economizo muito quando comparo a minha conta com a de outras pessoas”, explica.

ÁQUILA LEITE
REPÓRTER

Anúncios